Uberlândia recebe o segundo ônibus itinerante Meu Ofício






O veículo é adaptado para receber pessoas portadoras de deficiência física

A Prefeitura de Uberlândia entregou à população, nesta segunda-feira, dia 5, no ginásio poliesportivo do bairro Presidente Roosevelt, o ônibus itinerante Meu Ofício II. No veículo serão oferecidos cursos profissionalizantes de bordado em pedraria e de manicure e pedicure, são 120 vagas, sendo 60 para cada curso.

As inscrições poderão ser feitas entre os dias 5 e 9 de maio deste mês, das 13h às 17h, na Praça Guilherme Freitas Paraíso, no bairro Presidente Roosevelt. Os interessados devem apresentar carteiras de identidade ou de trabalho, CPF, comprovantes de renda e de endereço e ter idade acima de 16 anos.
O veículo é adaptado para receber pessoas portadoras de deficiência física. O primeiro ônibus Meu Ofício foi entregue em 12 de julho de 2007 e já percorreu os bairros São Jorge, Jardim Brasília, Morumbi, Custódio Pereira e Tocantins. O veículo também esteve presente no Parque do Sábia, durante as comemorações do aniversário de Uberlândia e na Praça Tubal Vilela, na celebração do Dia Internacional da Mulher.
Durante a realização dos cursos foram capacitadas 350 pessoas e serão habilitadas mais 96 alunos na primeira semana de junho. Como exemplo, a senhora Valdelúcia Maria Alves, de 39 anos, que já faz o curso de bordado no primeiro ônibus e já tem o que comemorar. “O curso É bom porque dá uma base para o começo da gente, dando condições de criar as coisas, e quem está desempregado começa a desenvolver os seus trabalhos.
É maravilhoso porque nos dá condições de trabalhar em casa. E melhor ainda porque o ônibus vai lá no meu bairro. Assim, eu faço o curso de graça e ainda saio com dinheiro no bolso”, diz Valdelúcia.
A aquisição de mais um ônibus itinerante é importante para o Município, pois Uberlândia é uma das cidades que mais gerou emprego no país, em 2007. A cidade estava classificada em 55ª em geração de emprego e hoje se encontra em 27ª posição, e está catalogada na 23ª cidade de maior consumo no Brasil.

Fonte: Farol Comunitário