Governos e clubes unidos pela campanha da acessibilidade

O Governo de Minas, os clubes mineiros América, Atlético, Cruzeiro e Villa Nova estão juntos na luta pela garantia dos direitos à acessibilidade. Na tarde de sexta-feira (17), os quatro clubes assinaram com os governos Federal e Estadual um termo de adesão à Campanha Nacional “Acessibilidade – Siga esta idéia”.

O objetivo da campanha é sensibilizar, conscientizar e mobilizar a sociedade para a eliminação das barreiras de atitude, de informação, arquitetônicas, dentre outras, que impedem as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida de participarem efetivamente da vida em sociedade, em igualdade de condições com as demais pessoas.

O secretário adjunto de Estado de Desenvolvimento Social, Juliano Fisicaro, falou sobre a satisfação do Governo de Minas em aderir à campanha e lembrou que a acessibilidade é um direito garantido à pessoa com deficiência e que deve ser cumprido. “É preciso desenvolver ações para a inclusão produtiva e social das pessoas com deficiência. O Governo de Minas tem especial atenção a esse respeito. Temos um Sine específico que atende pessoas com deficiência e só neste ano mais de 400 pessoas já foram inseridas no mercado de trabalho por meio deste posto” destacou.

O secretário Juliano Fisicaro lembrou ainda que a construção do Centro Administrativo, nova sede do Governo do Estado, foi projetada para atender pessoas com deficiência e com dificuldades de locomoção.

A vice-presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Denise Granja, disse que a ação de hoje deve ser considerada histórica, pois sociedade civil e governos se reuniram para exercer a cidadania e lutar pela igualdade entre as pessoas. Segundo ela, esse é o principal objetivo da campanha.

Também estiveram presentes na cerimônia Rogério Romero, secretário adjunto de Estado de Esporte (Seej), o deputado federal Durval Ângelo, representando a Assembléia Legislativa de Minas Gerais, Dirceu Pereira da Administração de estádios de Minas Gerais (Ademg) e presidente dos Cronistas esportivos de Minas Gerais, Hilário Félix, assessor jurídico da Federação Mineira de Futebol, José Ramos de Araújo, 1º vice-presidente do Cruzeiro, Antônio Silva Passos, presidente em exercício do Atlético, Antônio Baltazar, presidente do América, João Batista Viana, diretor jurídico da Associação de Garantia do Atleta Profissional e Wellis Vacari, supervisor de futebol do Villa Nova.

O presidente do América, Antônio Baltazar, ressaltou a importância da campanha. “Transformar iniciativas como esta em ações concretas e objetivas é fundamental e deve ser uma prática constante”. Antônio Baltazar disse ainda que os novos empreendimentos do América estão todos dentro da questão da acessibilidade.

Atlético e Cruzeiro darão visibilidade à Campanha no próximo domingo (19), quando os jogadores entrarão em campo acompanhados por crianças com deficiência, exibindo material de divulgação. O mesmo irá ocorrer na partida entre América e Villa Nova, às 10h30, no Independência.

A Campanha Nacional de Acessibilidade é uma iniciativa do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Conade), órgão da Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, juntamente com o Governo do Estado de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese).

Já aderiram à Campanha da Acessibilidade, por exemplo: Botafogo, Santos, Fluminense, Grêmio e ex-atletas como Zico, Jairzinho, Clodoaldo, Pepe, Zito. As medalhistas olímpicas do futebol feminino, a escola de samba Beija Flor de Nilópolis, o Supremo Tribunal Federal, o Ministério Público Federal, diversos governos estaduais, conselhos de direitos, associações e personalidades também aderiram à campanha.

Fonte: social.mg.gov.br

Nenhum comentário: