ADEFOLHA Número 07 Outubro 2007



EDITORIAL

Oferecemos gratuitamente aos portadores de deficiência, os seguintes encaminhamentos e atendimentos:
• Avaliação e Cadastro.
• Transporte coletivo para o associado e acompanhante se necessário.
• Transporte Interestadual para pessoa que
• Oftalmologia / Fisiatria / Ortopedia / Traumatologia / Fisioterapia / Psicologia.
• Atividade física / Cursos variados.
• Consulta Jurídica / Biblioteca Comunitária.
• Palestras e Entretenimento.
• Doação: Kit básico de alimento, Roupa Calçado (usados). Obedecendo a critério de demanda e avaliação.
• Capacitação e Inserção ao mercado de Trabalho.
• Encaminhamento para outras Instituições.

Dúvida, reclamação, sugestão ou elogio:
DE SEGUNDA À SEXTA DAS 13:00 AS 16:00. H
Rua: João Pereira da Silva 617 (antiga 9) Bairro: Santa Mônica - Fone: (34) 3210-0354 - nos dias e horários de
mail: adefuberlandia@yahoo.com.br

Confira a PROGRAMAÇÃO ABAIXO:
C U R S O S
• CABELEIREIRO - CORTE MASC & FEM-PRANCHA, ESCOVA, HIDRATAÇÃO.
• VIOLÃO - BÁSICO
• PINTURA EM TELA
• CROCHÊ-BÁSICO & APERFEIÇOAMENTO
• VAGONITE - BÁSICO
• TRICÔ - BÁSICO
• PONTO CRUZ
• BISCUIT
• BORDADO EM PEDRARIA
• TAPETE EM GRADE

PÚBLICO ALVO: Associado, Familiar e Comunidade. TOTALMENTE GRATUÍTO
INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES DE SEGUNDA A SEXTA DAS 13:00 ÀS 16:00. LOCAL: ADEF.

CANTINHO DO LEITOR

O trabalho criado e desenvolvido em bases sólidas é capaz de transpor barreiras e realizar sonhos...
Márcia Tânia Silveira.
ENVIE-NOS SEU POEMA, MATÉRIA, TEXTO OU SUGESTÃO PARA O CANTINHO DO LEITOR.

Quando você encontrar uma pessoa muda...
Algumas pessoas mudas preferem a comunicação escrita, algumas usam linguagem em código e outras preferem códigos próprios. Estes métodos podem ser lentos, requerem paciência e concentração. Talvez você tenha que se encarregar de grande parte da conversa. Tente lembrar que a comunicação é importante. Você pode ir tentando com perguntas cuja resposta seja sim/não. Se possível ajude a pessoa muda a encontrar a palavra certa, assim ela não precisará de tanto esforço para passar sua mensagem. Mas não fique ansioso pois isso pode atrapalhar sua conversa.

Pessoas com deficiência poderão recuperar benefício
Agência Brasil
28/09/2007
Programa lançado pelo governo destina R$ 2.4 bilhões para melhoria dos problemas de inclusão e acessibilidade
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou nesta quarta-feira um decreto que altera as regras de recebimento do BPC (Benefício de Prestação Continuada), gerido pelo Ministério do Desenvolvimento Social. Hoje, a pessoa com deficiência que consegue um trabalho perde o benefício e não pode requerê-lo de volta caso saia do emprego. Agora, com a medida, o beneficiário que sai do mercado de trabalho poderá voltar a receber o BPC.
Outra alteração é que a partir de agora, além de um médico perito do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), um assistente social também irá participar da avaliação de quem solicita o Benefício de Prestação Continuada.
As medidas do Plano Social de Inclusão da Pessoa com Deficiência. Anunciadas pelo presidente Lula prevêem um total R$ 2,4 bilhões a serem investidos até 2010 na ampliação de programas em áreas como educação, saúde, habitação e transporte acessível.
Para a educação, a meta é ter, nos municípios com mais de 60 mil habitantes, 6.273 escolas adaptadas e 6.500 salas de aula com recursos pedagógicos voltados para estudantes com deficiência. Um programa do Ministério da Educação prevê ainda o desenvolvimento de livros acessíveis que possibilitarão a leitura digital.
"Entendemos que a educação inclusiva é a única forma de ter pessoas com deficiência em pé de igualdade com as demais", disse Izabel Maior, coordenadora nacional para a integração da pessoa com deficiência da Secretaria Especial de Direitos Humanos.
A intenção do Plano também é estimular a inserção no mercado de trabalho com a capacitação de gestores da educação e de professores. O governo prevê ainda a ampliação da reserva de cargos nos concursos da administração pública direta e indireta dos três poderes. Dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) apontam que 24,6 milhões de brasileiros, ou 14,5% da população, possuem algum tipo de deficiência. Fonte: Rede Saci
SEJAM BEM VINDOS A NOSSA CASA!



FIQUE ATENTO

Ajude-nos a ajudar a ADEF
Fazendo uma doação:
Agencia 0161
Conta número 366–0
Operação 022

Nenhum comentário: